CDL - CÂMARA DE DIRIGENTES LOJISTAS DE CONCÓRDIA - SC

A Palavra do Presidente

Inovação continuará sendo a palavra-chave
03/01/2018

A estabilidade econômica e fatores estruturais nas relações de trabalho sugerem que 2018 será um ano positivo e de crescimento para os empreendedores, e nós acreditamos firmemente nisso, mas para que isso ocorra precisamos acompanhar as mudanças de mercado e apostar em novos processos.

Inovação continuará sendo a palavra-chave e permanece na lista das tendências de mercado para 2018. Investir em inovação garante competitividade as empresas dos diferentes setores. O mercado está cada vez mais exigente e é por essa característica que a empresa começa a sentir necessidade de inovar. As vantagens de levar inovação para a sua empresa são inúmeras, independente da área de atuação em que esteja o negócio. No mercado a nomenclatura certa para esta ação de inovar é a reinvenção. O empreendedor tem que se reinventar para conquistar espaço no mercado, alinhando-se a novas tecnologias, assim agregando valor a empresa e sua marca.

Outro ponto crucial para seguirmos uma disposição de crescimento é apostarmos em um bom planejamento estratégico e quem ainda não iniciou deve correr. Todo empreendimento precisa de metas para crescer. Entretanto, sem disciplina e planejamento, as chances de as metas serem cumpridas pelo empresário diminuem bastante.

A criação de novas empresas também servirá de estímulo para a economia neste novo ano. Seguiremos acreditando no varejo como termômetro do país, que em Concórdia ao lado do agronegócio mantem a economia forte e emprega milhares de pessoas.

Tudo isso continuará andando ao lado da capacitação profissional. O aprimoramento constante das equipes continuará sendo um requisito básico para manter a qualidade da equipe e por consequência da produtividade da sua empresa. Os investimentos em programas de qualificação favorecem tanto o empregador quanto o funcionário, uma vez que o colaborador agrega valor para si e para a empresa na qual ele representa. As empresas modernas não pensam mais em seus funcionários como o futuro da organização, mas sim como o presente. Não há como pensar em qualificar pessoas com a preocupação em perdê-las para o mercado, afinal se o aprendizado e a qualificação são úteis para a organização, do mesmo modo são importantíssimos para o desenvolvimento do profissional e ele é parte fundamental do processo.

PALAVRAS ANTERIORES DO PRESIDENTE