CDL - CÂMARA DE DIRIGENTES LOJISTAS DE CONCÓRDIA - SC

Notícias

CDL recebe prefeito e secretário para falar sobre as ações e investimentos

11/07/2019

Os membros da diretoria da CDL Concórdia receberam no fim da tarde de quarta-feira (10/07), na sala de reuniões da entidade a visita do prefeito, Rogério Pacheco, e do secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Wagner Simioni.

O encontro teve como objetivo apresentar as ações, projetos e investimentos que estão sendo realizados pela administração pública em especial nos últimos seis meses. O presidente da entidade, Rogério Cecchin, primeiro parabenizou a iniciativa da Prefeitura de conversar com a entidade e pontou a satisfação de fazer parte de diferentes projetos que ajudam a fomentar as empresas da cidade. “Acreditamos sempre na força das parcerias e contamos muito com o apoio da Prefeitura. Destaque é claro para a promoção do Dia + de Compras no comércio, campanhas de prêmios e FEMIX 2020. Também reforçamos a nossa participação como expositores e apoiadores na Expo 2019 que sim será inesquecível. Em 10 dias de feira Concórdia estará em evidência não apenas na região, mas no estado e no país, todos ganham com a realização de um evento deste porte ”.

Durante a explanação o prefeito pontuou as diferentes obras e atuações que estão sendo desenvolvidas em prol do desenvolvimento do município, assim como os novos projetos como a criação do Centro de Inovação e Empreendedorismo na antiga sede do Senai, incentivos econômicos através de horas máquinas que em 2018 teve incremento de 350% em comparação com 2016. Além disso Pacheco aproveitou para apresentar os números de aplicação de recursos nas áreas da saúde e educação.

Na ocasião o prefeito ainda falou dos excelentes índices como a conquista de Concórdia em segundo lugar como melhor município do Brasil em governança. “Essa é uma conquista importante para a atual gestão, assim como para a população que faz parte deste trabalho de sucesso e administração eficiente, responsável e transparente. Concórdia apresenta excelentes indicadores em diferentes frentes de atuação como o agronegócio um dos mais pujantes do estado. Mas sim precisamos ampliar as possibilidades de crescimento para o varejo, indústria e serviços por meio de incentivos e novos projetos como o novo Distrito Industrial, novo projeto do Calçadão que inclusive conta com o apoio da CDL e alteração no Plano Diretor”.

Sobre o Novo Distrito Industrial situado na Vila Jacob Biazus na região do Posto Coopercarga o secretário explicou que os trabalhos estão concentrados na construção de um projeto que atenda a demanda por terrenos maiores. “A atual área industrial foi constituída em 1988, desta forma a pertinência de um novo espaço mais amplo e que estimule é claro a implantação de novas empresas. O projeto tem o investimento de R$1.500.000,00 e contempla toda infraestrutura necessária como pavimentação, drenagem e energia elétrica”.

O secretário trouxe ainda dados interessantes referente as obras da terceira pista da Rua Senador Atílio Fontana, duplicação da Rua Tancredo Neves, alteração no Contorno Viário Norte e relocação de área verde para liberação de terreno para construção da nova rodoviária.

Na lista dos assuntos abordados também a questão do abastecimento de água no município que será debatido nos próximos dias com a administração e entidades como a CDL, que entende a importância do diálogo em conjunto. “Precisamos avaliar com cuidado essa questão do abastecimento de água e esgotamento sanitário com o término do contrato com a Casan em 2020. Como entidade vamos aguardar a reunião e as sugestões para juntos encontramos a melhor solução. Vamos participar desta construção para que a cidade tenha realmente um sistema de abastecimento de qualidade”, esclarece o dirigente lojista e empresarial.

Para concluir o encontro os dirigentes entregaram um ofício contendo as principais demandas do setor lojista e empresarial, ênfase para a revisão do Plano Diretor urbano atual que será integrado com o plano diretor rural. A empresa Tese Tecnologia Arquitetura e Cultura Ltda. EPP, de Curitiba (PR), tem prazo de 270 dias para conclusão do trabalho. O investimento é de R$ 385.900,00, custeado com recurso próprio. “A mudança é uma das nossas prioridades pois precisamos facilitar investimentos na cidade, como está estamos inviabilizando o progresso”, finaliza Cecchin.


Fonte: Jornalista Responsável: Fabiana Passarin – ASCOM CDL Concórdia